domingo, 20 de dezembro de 2009

Como fazer um sanduiche esssperto!

Tua mãe saiu e você não sabe o que fazer para comer? Ah, se liga! Vai te virar, marmanja! Pra outras coisas tu te viras, não te viras? Sim, tô usando o duplo sentido...Te ensino a fazer um sanduiche esssperto, da hora. Vamos lá!

Primeiro:
Procure onde fica a cozinha de sua casa. Não tema! Vá confiante! Deve ficar próxima a uma mesa com várias cadeiras ao redor. Saia do quarto e enfrente o corredor.


foto de Rodrigo Bertolino

 Siga reto, confiante. Deve ter um banheiro aí pertinho. Pare para fazer xixi e lave as mãos. Lave as mãos, tá entendendo? Fez o xixi? Sei, tá nervosa...Encarar a cozinha assim não é fácil...Eu suava frio na primeira vez. Todas as primeiras vezes causam essa aflição, mas você consegue! Quantas outras primeiras vezes você encarou? Lembra aquela noite em que você e o Armando foram para o Fusca? Deixa pra lá...

 Quando você chegar na cozinha, por via das dúvidas lave as mãos novamente. Claro! Você limpou o suor onde? Podemos prosseguir? Então, depois do banheiro deve ter uma porta de saída...Não sei se a direita ou a esquerda! Perto da porta você encontrará o living. Ah, tá lembrada...Ligadinha hein! Ok, só mais um pouquinho...Continue andando...Achou!

Segundo:
Ótimo, iiiiça! Chegamos lá! Agora, com muita calma, abra o frigidaire e...Frigidaire é francês, manja? Ou é inglês? Italiano? Ah, deixa pra lá. É palavra chique, estrangeira. É a geladeira, mané! Vamu lá!




Abra então o refrigerador e concentre-se: tem tudo que você precisa? Pensa, cabeça! Pão, queijo, presunto, requeijão, maionese ou margarina? Não gosta de presunto...Então tem peito de peru? Chester? Não, não sei que bicho é Chester! Chester até parece nome de auxiliar de detetive francês:

-O crime não compensa, não é Chester?
- Sim, Bruuuster!

Terceiro e último passo:
Espalhe tudo na mesa, corte o pão ao meio, taca-lhe margarina, maionese, requeijão e afofa o queijo dentro. Não. Não é para botar margarina, maionese e requeijão. Apenas uma das opções. Ou, ou, ou, entendeu? Quer que eu desenhe? Entoja também o presunto e senta em cima, para ficar bem prensado. E, dá-lhe que é tua Taffarel!



1 comentários:

LL disse...

Ai Claudinha, estou farta de rir! Esta tua história deu-me uma inspiração para fazer outra: o dia em que a minha filha resolveu fazer-me uma surpresa preparando o jantar! ahahahha

Beijos
Luísa